Rainha eleita mantém tradição familiar na realeza do carnaval tibagiano

Tibagi já está no ritmo da folia e isso pôde ser percebido na noite de sábado (11), na quadra da Praça 18 de Março, quando um grande público foi assistir à escolha da realeza do carnaval. Com 277,5 pontos, Ruberlane de Souza Pinheiro, de 18 anos, demonstrou ter muito samba no pé, agradou aos jurados, agitou a plateia e conquistou o título de Rainha do Carnaval de Tibagi 2017, herdando a coroa que até então pertencia à sua irmã, Rosangela Pinheiro, que havia sido eleita no ano passado. Também se sobressaíram em suas apresentações as candidatas Marili Pereira, que somou 248,7 pontos e Rosilene do Nascimento de Souza, com 244,7 pontos, eleitas 1ª e 2ª princesa, respectivamente.

“Para mim é uma honra, um prazer e uma grande emoção poder representar cada tibagiano sendo majestade no carnaval, assim como minha mãe, minha tia e minhas irmãs já cumpriram essa missão. Vai ser uma grande responsabilidade, mas eu sei que tenho capacidade”, declarou a vencedora ao final da coroação, relembrando a tradição de sua família nos concursos de rainha e princesa do carnaval.

Também estiveram na disputa e colaboraram para o brilho da noite as candidatas Alinsse de Fátima Santana, Cintia Ribeiro, Helena Francisco e Yasmim Santos Nascimento, que demonstraram alegria, simpatia e disposição diante da possibilidade de representar a cidade em seu maior evento. Foram avaliados nas postulantes os quesitos beleza, simpatia, capacidade de comunicação e domínio da arte de sambar.

A rainha recebeu o prêmio de R$ 2.000, a 1ª princesa ganhou R$ 1.500 e a 2ª princesa recebeu R$ 1.000. A função das majestades do Carnaval de Tibagi 2017 é animar a festividade durante os quatro dias e cinco noites da festa, que acontece de 24 a 28 de fevereiro, e representar a cidade nas atividades de divulgação durante a fase pré-carnaval.

Com a difícil tarefa de avaliar as candidatas, o júri foi composto por Marina Gomes Pinheiro, executiva de vendas da Rede Paranaense de Comunicação em Ponta Grossa; Mariana Luz, artista plástica e integrante do Conselho de Cultura de Telêmaco Borba; Gisele Mocelim e Katiane Pires Ferancini, representantes da diretoria da Associação dos Municípios dos Campos Gerais; Sírio de Castro Ribas Júnior (Sirinho), chefe da Divisão de Cultura da Prefeitura de Telêmaco Borba, além de Joselba Lima Guimarães e Josielly Lima Guimarães, sócias da empresa JLG Marketing Estratégico.

Na abertura do evento, o prefeito Rildo Leonardi deu boas-vindas ao público e deixou seu convite para o Carnaval de Tibagi 2017, que acontece de 24 a 28 de fevereiro. “Estamos todos nos empenhando muito para fazer uma grande e bonita festa. Espero ver todos vocês e daqui a duas semanas prestigiando os shows, as matinês e os desfiles que estão sendo preparados com muito carinho e dedicação por nossas equipes. Receberemos os tibagianos e os turistas com muita alegria”, declarou.

O público e as candidatas foram animados pelo grupo tibagiano Samba Léo, presença constante nos eventos de carnaval, apresentando repertório de samba e pagode, e pela cadência do som marcante da bateria da Escola de Samba São José, comandada por mestre Fábio. Houve também espaço para uma homenagem: em plena quadra da Praça 18 de Março, o Samba Léo entoou os parabéns para a escola de samba do bairro, que na mesma noite celebrava 24 anos de fundação.

Primeira rainha foi eleita em 1931

O carnaval tibagiano teve sua primeira rainha em 1931, quando Albertina Lagos Mercer Martins (1916 – 2009), conhecida posteriormente como dona Santinha, recebeu o título. De lá para cá, mais de setenta mulheres foram coroadas como rainha, além de inúmeras princesas. Relembre as majestades do carnaval de Tibagi nos últimos anos, considerando que, em cada ano, as eleitas estão indicadas na ordem em que foram classificadas e também tendo em vista que em 2011, 2014 e 2015 o concurso admitiu inscrição de candidatas sem residência em Tibagi:

2016: Rosangela Pinheiro, Joeli Brenda Pereira Carvalho e Jaqueline de Castro Nunes

2015: Rozeline Nascimento de Souza Fernandes (Tibagi), Julye Karoline Borges da Silva (Arapoti) e Waleska Eurich (Palmeira)

2014: Juliene Gonçalves Rosa (Ponta Grossa), Danielly Kidman Galdino (Tibagi) e Marina Helena Oliveira Santos (Castro)

2013: Marielly Aparecida Martins Nogueira, Fernanda de Lara e Keila Taques

2012: Danielly Kidman Galdino, Marielly Aparecida Martins Nogueira e Rozeli de Souza

2011: Josiane Marcelino (Ponta Grossa), Josimara Aparecida de Assis (Telêmaco Borba) e Danielly Kidman Galdino (Tibagi)

2010: Nilma Roberta Campos Taques, Rozeline Nascimento de Souza e Rosalice do Nascimento de Souza

2009: Marielly Aparecida Martins Nogueira, Aline Almeida e Ana Cristina Pereira

2008: Suelene Martins, Suelin Capote e Aline Helena Pereira

2007: Luiza Carolina de Mello, Andrieli Prestes da Silva e Elizandra Bueno de Carvalho

2006: Edenise Ribeiro “Rincón” e Gilvane Fochezatto

2005 e 2003: Rosa do Nascimento

Das Assessorias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam