Guamiranga e Rio Azul sediam 9º Ciclo de Conscientização

Direitos da criança e do adolescente e práticas que preservam a saúde e a segurança do produtor no seu ambiente de trabalho são os temas dos eventos que acontecem dias 04 e 05 de julho no Paraná.

Julho 2017. Promovido pelo Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) e empresas associadas, com o apoio da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), o 9º Ciclo de Conscientização sobre saúde e segurança do produtor e proteção da criança e do adolescente percorrerá seis municípios no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. No Paraná, Guamiranga recebe a edição de 2017 na terça-feira, 04 de julho, às 13h30, na Paróquia Menino Jesus (Avenida 16 de Novembro, 52 – Centro). Já em Rio Azul, o seminário acontece na quarta-feira, 05 de julho, às 9 horas, no Centro de Eventos Martins (Estrada de Rio Azul de Cima, s/n). Esta é a segunda vez que Rio Azul sedia o evento; em 2011, cerca de 300 pessoas participaram do seminário.

A programação dos eventos integra um vídeo informativo sobre questões como a correta aplicação, manuseio e armazenagem de agrotóxicos, bem como sobre a utilização da vestimenta de colheita. Além disso, palestra sobre a erradicação do trabalho infantil e uma peça teatral faz parte da programação. Em 2016, pesquisa realizada com os participantes do 8º Ciclo apontou que 80% sentiu que aprimorou seus conhecimentos sobre proteção da criança e do adolescente e quase 82% acredita que os conhecimentos adquiridos podem promover mudança de atitude. Em Santa Catarina, Águas de Chapecó também recebe o evento, no dia 27 de julho.

SAIBA MAIS: Os seminários realizados desde 2009 em municípios produtores de tabaco atendem aos acordos firmados perante o MPT-RS e MPT-Brasília. Em oito anos, os seminários do Ciclo de Conscientização já contabilizaram a participação de 20,6 mil pessoas, a maioria produtores de tabaco, em 51 municípios da Região Sul do Brasil. O setor é pioneiro no combate ao trabalho infantil no meio rural. Há quase 20 anos, desenvolve ações para conscientizar o produtor a cumprir a legislação, uma vez que menores de 18 anos não podem trabalhar na lavoura. Também é o único a exigir o comprovante de matrícula dos filhos dos agricultores em idade escolar e o atestado de frequência para a renovação do contrato comercial existente entre empresas e produtores, dentro do Sistema Integrado de Produção.

TABACO EM FOLHA – O Brasil é o maior exportador de tabaco em folha do mundo desde 1993. Em 2016, o produto representou 1,15% do total das exportações brasileiras, embarcado para 90 países e resultando em US$ 2,12 bilhões em divisas.  No ranking mundial de produção de tabaco, o país fica atrás somente da China. Considerado um dos pilares da economia do Sul do Brasil, a tradição cultivada por milhares de famílias agrícolas oportuniza renda e empregos diretos e indiretos em 574 municípios. Somente no meio rural, quase 600 mil pessoas se envolvem com a atividade e 40 mil empregos diretos são gerados nas empresas do setor instaladas na Região Sul do País.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam