Tribuna da Notícia

O Seu Jornal na Internet!

Saúde e bem estar- Uso abusivo de laxantes

Cleide Vidal Hoinocz Farmacêutica CRF-PR 21811, Pós-graduanda em Farmácia Estética.

Olá queridos leitores!

Na última matéria escrevi sobre constipação intestinal (prisão de ventre), hoje vou falar sobre o uso abusivo de laxantes e como isso pode ser prejudicial à saúde.

Os laxantes são remédios que estimulam as contrações intestinais, favorecendo a eliminação das fezes e combatendo temporariamente a prisão de ventre. Ou seja, ajudam a diminuir os sintomas da prisão de ventre, porém devemos tomar cuidado com o uso abusivo, tomar mais de 1 comprimido de laxante por semana pode ser prejudicial à saúde, pois pode induzir a dependência deixando o intestino mais “preguiçoso” ele só funciona se tomar laxante.

Os riscos do uso abusivo de laxantes:

Por serem vendidos sem receita, os laxantes são muito conhecidos pelas pessoas que sofrem com a constipação. Afinal, eles aliviam rapidamente a sensação de desconforto e inchaço causada pela prisão de ventre.

O principal problema em recorrer ao laxante com tanta freqüência é que ele não resolve o problema da constipação. A pessoa percebe que precisa evacuar, não consegue e recorre ao laxante, para repetir esse ciclo novamente depois de alguns dias.

Com o tempo, o intestino pode se tornar dependente do remédio, passando a funcionar apenas depois dos estímulos do laxante. Sendo necessárias doses cada vez maiores, o que pode levar a problemas cardíacos ou renais devido à eliminação de eletrólitos importantes, como o cálcio, além de vitaminas e nutrientes.

Essa dependência ocorre porque o laxante irrita a mucosa intestinal. Com o tempo, essa irritação constante leva ao alisamento das estruturas chamadas haustrações, pequenas dobrinhas que ajudam a moldar as fezes e facilitam as contrações que ajudam na movimentação do bolo fecal pelo intestino.

A flora intestinal também sofre com o uso excessivo de laxantes. No intestino humano vivem milhões de bactérias que são grandes aliadas da digestão e que vivem em um delicado equilíbrio. Quando grande parte delas é eliminada na diarréia causada pelos laxantes, a digestão fica comprometida.

E, por fim, esse hábito pode impedir que o paciente descubra o que de fato está causando a constipação, mascarando, por exemplo, doenças como a diverticulose e o câncer colorretal.

Vale lembrar que o bom funcionamento intestinal é fundamental para prevenir pólipos pré-cancerosos e muitos outros problemas intestinais como hemorróidas, fístulas e fissuras anais.

Quando o laxante é indicado

O uso de laxante pode ser indicado em alguns casos, como por exemplo:

Pessoas que têm prisão de ventre devido à falta de atividade física, como idosos acamados;

Pessoas com hérnias ou hemorróidas graves que causam muita dor para evacuar;

No pós-operatório de cirurgias em que não se pode fazer esforço ou se estiver muitos dias deitado;

Na preparação para exames médicos que necessitam de esvaziamento intestinal, como colonoscopia, por exemplo.

Dica:

Se você sofre com a prisão de ventre procure um médico para tratar;

Beba mais água, ingerindo pelo menos 1,5L de água diariamente;

Coma alimentos ricos em fibras como macarrão e arroz integral ou pão com sementes;

Evite alimentos brancos, como pão branco, batata, farofa que são pobres em fibra;

Coma frutas com casca e com efeitos laxantes como ameixa, uva, mamão, kiwi ou laranja;

Adicione sementes a sua dieta, como linhaça ou chia;

Sempre tire as dúvidas sobre medicamentos com um farmacêutico.

Dúvidas sobre uso de laxantes? Venha até a Farmácia Doutor Desconto, estamos à disposição para atendê-los. Pensou Farmácia? Pensou Doutor Desconto!

Gilson Van Haandel, farmacêutico CRF/PR 24703

Cleide Vidal Hoinocz, farmacêutica CRF/PR 21811

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam