Tribuna da Notícia

O Seu Jornal na Internet!

Saúde e bem estar- Melasma

Cleide Vidal Hoinocz Farmacêutica CRF-PR 21811, Pós-graduanda em Farmácia Estética.

Olá queridos leitores!

Hoje vou falar de uma hiperpigmentação que acomete principalmente as mulheres, o melasma é uma condição crônica, portanto não tem cura, mas existem tratamentos e alguns cuidados para clarear as manchas e deixar a pele mais saudável.

Melasma é uma condição que se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, mais comumente na face, mas também pode ser de ocorrência extrafacial, com acometimento dos braços, pescoço e colo.

O melasma ocorre muito mais em mulheres do que em homens e possui vários fatores envolvidos na sua causa. O mecanismo de surgimento do melasma ainda não está completamente esclarecido. O melanócito, célula responsável pela produção da melanina (pigmento que forma as manchas) começa a produzir a melanina de forma exacerbada. Alguns dos gatilhos de produção são: raios UV, calor, hormônios, inflamação. A mancha aparece de forma rápida e agressiva.

Infelizmente até o momento não existe cura para o melasma, os tratamentos conseguem clareá-lo e mantê-lo controlado, porém é necessário cuidar sempre, ou haverá risco de piora.

Sintomas

Manchas escuras ou acastanhadas começam a aparecer na face, principalmente nas maçãs do rosto, testa nariz e lábio superior (o chamado buço). Pode ocorrer também o melasma extrafacial, com aparecimento das manchas escuras nos braços, pescoço e colo. As manchas têm formatos irregulares e bem definidos, sendo geralmente simétricas (iguais nos dois lados). Muitas vezes, as pessoas com melasma podem agravar a condição com um tratamento ou procedimento inadequado, ocorrendo piora importante das manchas.

Tratamento

Os tratamentos variam, mas sempre compreendem orientações de proteção contra raios ultravioleta e à luz visível, que deve ser redobrada quando se inicia o tratamento. As terapias disponíveis são o uso de medicamentos tópicos e procedimentos para o clareamento. Dentre os procedimentos mais realizados estão os peelings e aplicações de luzes ou lasers. É importante deixar claro que o tratamento do melasma sempre prevê um conjunto de medidas para clarear, estabilizar e impedir que o pigmento volte.

Fotoproteção

O ponto de partida para que o tratamento tenha efeito é a proteção contra os raios solares. As pessoas acometidas por melasma devem aplicar um filtro solar potente, físico e químico, com FPS alto nas regiões afetadas. Em especial, procurar por filtros que tenham proteções contra os raios ultravioletas A (UVA) e ultravioleta B (UVB).

Prevenção

A maior prevenção para o melasma é a proteção solar. As medidas de proteção devem ser realizadas diariamente, mesmo que o dia esteja nublado ou chuvoso. Como o melasma pigmenta também com a luz visível, os filtros solares comuns não protegem totalmente as pessoas com melasma. Por isso, devem-se associar à fotoproteção filtros físicos, que protegem da luz visível. Outra medida importante é a reaplicação do filtro solar, para manter a proteção adequada durante todo o dia. As pessoas com melasma devem também utilizar roupas, chapéus, bonés, óculos escuros, sombrinhas e guarda-sóis. Toda à medida que evite a exposição solar da região acometida deve ser estimulada.

Se você sofre com o melasma, procure um dermatologista ou um profissional esteta habilitado para tratar. Existem vários tratamentos que ajudam a melhorar a aparência da pele.

Dúvidas sobre melasma e proteção solar? Venha até a Farmácia Doutor Desconto, estamos á disposição para atendê-los. Pensou Farmácia? Pensou Doutor Desconto!

Gilson Van Haandel, farmacêutico CRF/PR 24703

Cleide Vidal Hoinocz, farmacêutica CRF/21811

Sigam-nos nas redes sociais

Instagram: @doutordesconto

Facebook: Farmácias Doutor Desconto

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam