Tribuna da Notícia

O Seu Jornal na Internet!

Saúde e bem estar- Osteoporose

Cleide Vidal Hoinocz Farmacêutica CRF-PR 21811, Pós-graduanda em Farmácia Estética.

Olá queridos leitores!

Hoje vou falar de uma doença que atinge milhares de pessoas, principalmente mulheres na pós- menopausa.

Osteoporose é uma doença caracterizada pela perda de massa óssea, faz com que o osso se torne poroso e perca a densidade ficando mais frágil, nessa condição a pessoa acometida pela doença está mais suscetível a quedas e fraturas, é uma doença osteometabólica, sistêmica e progressiva, ou seja, pode afetar qualquer osso do corpo humano com avanço contínuo.

Causas:

A causa primária e mais comum da osteoporose está ligada ao envelhecimento, onde com o passar dos anos algumas pessoas apresentam perca de massa óssea.

Secundária, doenças como o hipertireoidismo e artrite reumatóide podem estar associadas a casos de osteoporose, assim como deficiência de vitamina D, anorexia e raquitismo, onde essas condições levam a redução de massa óssea.

Grupo de risco:

A Osteoporose acomete mais mulheres no período pós-menopausa. Isso acontece devido à interrupção dos ciclos menstruais, o corpo feminino passa por um período de alteração hormonal rápido e intenso, com quedas significativas dos níveis de estrogênio. O hormônio tem participação importante no processo realizado pelo corpo para manter a massa óssea e a sua redução pode acabar ajudando no desenvolvimento da osteoporose.

A doença também pode atingir pessoas com histórico familiar de osteoporose e pacientes que utilizam alguns medicamentos por muito tempo, como corticóides.

Sintomas:

A principal conseqüência da osteoporose é a fratura. Nos casos da doença, ela costuma ocorrer com certa freqüência e a partir de impactos menores (devido à fragilidade do osso). São muito comuns as fraturas da coluna e as fraturas de quadril. Em alguns casos, o paciente pode sentir dor crônica e diminuir alguns centímetros em estatura.

É comum a osteoporose não apresentar sintomas por um período de tempo. Isso ocorre porque a perda de massa óssea pode não causar fraturas logo no início, só após uma porcentagem de redução óssea (normalmente entre 30% e 40%).

Diagnóstico e Prevenção:

O diagnóstico da osteoporose acontece por um exame clínico detalhado composto pela coleta de dados e pelo exame físico, o médico deverá saber do paciente o histórico familiar, seu estilo de vida (como ele se alimenta, se fuma ou consome muita bebida alcoólica, qual a quantidade de exercícios físicos que faz) e também os sintomas apresentados.

O exame mais comum para diagnosticar e também prevenir a osteoporose é o exame de Densitometria Óssea, que “mede” a massa óssea e possibilita a avaliação do estágio da doença, além de ser usado também para acompanhar o quadro durante o tratamento.

Se o paciente tem histórico familiar da doença, é mulher no período pós-menopausa ou é homem com mais de 60 anos, é importante conversar com o médico sobre a possibilidade de realizar o exame de Densitometria Óssea, com regularidade, como método de prevenção.

Para evitar o desenvolvimento da doença, é importante também realizar exercícios físicos com regularidade (e supervisionados por profissionais), evitar bebidas alcoólicas e cigarro, manter uma alimentação saudável e, se necessário, fazer suplementação de cálcio e vitamina D.

Tratamento:

Os tratamentos para a osteoporose passam pelos métodos de prevenção. Exercícios físicos, boa alimentação e reposição suplementar são essenciais para tratar a doença, pois auxiliam de maneira positiva no processo de obtenção da massa óssea.

O médico pode associar medicamentos que estimulam a produção da massa óssea e reduzem a reabsorção. A escolha da medicação é realizada a partir da gravidade da osteoporose e ligação com outra condição (causa secundária). Em casos de fratura de coluna ou quadril o médico pode indicar cirurgia.

Se você tem histórico familiar de osteoporose, mulheres que passaram da menopausa, pessoas com mais de 60 anos, têm dores na coluna ou quadril, estilo de vida sedentário ou tem quedas com freqüência procure um ortopedista para fazer uma avaliação.

Dúvidas sobre osteoporose? Venha até a Farmácia Doutor Desconto, estamos á disposição para atendê-los. Pensou Farmácia? Pensou Doutor Desconto!

Gilson Van Haandel, farmacêutico CRF/PR 24703

Cleide Vidal Hoinocz, farmacêutica CRF/21811

Sigam-nos nas redes sociais

Instagram: @doutordesconto

Facebook: Farmácias Doutor Desconto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam